-->

Recompensas Cartas de Kardec

Enviado em 18 de fevereiro de 2019 | | Publicado por ffeal
Categorias: Artigos, Artigos Feal, Notícias FEAL, Notícias, Notícias FEAL

Concluímos o processo de financiamento coletivo e começou a etapa de restauração das Cartas de Kardec!

Nossa campanha no Catarse não atingiu a meta final de financiamento coletivo, porém chegamos na marca inicial para realizar os processos de restauração, digitalização, preservação, catalogação e divulgação das Cartas de Kardec. Por termos chegado apenas nesta primeira marca, as demais recompensas propostas serão entregues em um prazo maior, pois utilizaremos de recursos próprios para a realização da produção. Para que as Cartas comecem a ser divulgadas com competência, estas devem passar primeiro por processos laboriosos.

 

O primeiro passo é limpar e higienizar as cartas – que ficaram guardadas por muitas décadas – em um processo químico complexo, garantindo assim a segurança dos profissionais que irão manuseá-las. Depois de limpas, estes profissionais analisam palavra por palavra o conteúdo totalmente escrito em francês na grafia de Kardec e transcrevem cuidadosamente, para assim realizar a tradução do francês para o português, muitas vezes encontrando contexto histórico para fatos citados por Kardec nos manuscritos. Estes processos levam tempo e atenção dos profissionais que estão trabalhando minuciosamente no CDOR – Centro de Documentação e Obras Raras.

 

Conforme vão ficando prontas para a divulgação completa, você, apoiador do projeto no Catarse, terá contato antecipado com as Cartas de Kardec. A partir da finalização dos processos de restauração, digitalização e preservação, outras recompensas também serão lançadas com base nestes manuscritos.  Por isso, fique atento à sua conta no Catarse e ao seu e-mail, pois enviaremos recompensas e atualizações das mesmas nestes dois meios.

 

 

Quaisquer dúvidas sobre andamento das restaurações, recompensas e/ou outros assuntos, entre em contato conosco no facebook: www.facebook.com/CartasdeKardec/

Deixe seu comentário: